10 de jul de 2009

Polêmico Livro de Michael



Uma biografia sobre os últimos anos de Michael Jackson retrata o "Rei do Pop" como um homossexual que gostava de se vestir de mulher para seus amantes e que foi falsamente acusado de pedofilia, segundo informou hoje a imprensa americana.

"Unmasked: The Final Years of Michael Jackson", do jornalista Ian Halperin, será lançado no dia 14 de julho, com um polêmico conteúdo sobre a intimidade do cantor, que o autor teve acesso sob a condição de não publicá-lo antes da morte do artista.

A obra conta os preparativos para a esperada reaparição de Michael sobre os palcos, após anos um tanto obscuros, depois do último julgamento do cantor por abusos de menores.

A biografia, que ia receber o título de "Michael Jackson: Return from Exile", estava programada para ser lançada na mesma época do início dos shows em Londres, que estavam previstos para este mês.

A editora canadense que adquiriu os direitos da obra decidiu mudar o título, o final e acrescentar detalhes que tinham ficado de fora, devido a um acordo assinado entre o escritor e Michael, segundo a imprensa canadense.

Entre os dados que já foram divulgados pela imprensa, a mais polêmica é a afirmação de que Michael era homossexual, que se vestia de mulher na intimidade e que fazia seus amantes assinarem contratos que os obrigavam a manter discrição sobre os encontros.

O autor afirma que o cantor nunca teve relações sexuais com sua segunda mulher, Debbie Rowe, mãe de seus dois filhos mais velhos, e que ele não seria pai biológico de nenhum de seus herdeiros. Seu terceiro filho teria sido concebido por uma mãe de aluguel.

Halperin nega que Michael fosse pedófilo e especula que o mais provável é que o rei do pop fosse vítima de chantagem.

No livro o autor diz ter provas que mostram como a seguradora de Michael o obrigou a pagar milhões de dólares a uma criança que o acusou de abuso, algo que alterou profundamente o artista.

A primeira tiragem vai ter 500 mil exemplares da última e mais atualizada história de Michael.

Halperin escreveu outras biografias de famosos como James Taylor, Kurt Cobain e Celine Dion.

O que acha disso tudo isso? A editora tá querendo levar vantagem? Que tal comprar o livro?

Fonte: G1

1 comentários:

Astridy Gurgel disse...

Oi.
Acompanhei toda a carreira dele. Nunca acreditei muito na história dele abusar de crianças. Pelo menos eu nunca vi foto alguma provando isto.
Sobre ele ser homossexual creio que seja verdade.
Se o livro sair eu compro sim.
Abraços!

As + da Sappho